Background Image
2 a 5 de novembro - Santa Maria, Rio Grande do Sul

Encontro Nacional Universidades Renovadas.

Confira as mesas temáticas que serão apresentadas no ENUR 2017:

MESAS TEMÁTICAS

MS 1: Setor Universidades e a sinodalidade no âmbito acadêmico.

MS 2: A vivência do sonho de amor na realidade da vida de pai e mães de família.

Como levar o carisma MUR para dentro das famílias? O chamado a ser Profissional do Reino perde força quando nos tornamos pais? O Sonho de Amor para o mundo cabe dentro das paredes de casa? É possível deixar o trabalho para ficar em casa cuidando dos filhos e ainda assim ser profissional do Reino? Como ser comunidade MUR após nos tornarmos pais de família?

Essa mesa temática visa abordar essas e outras discussões que permeiam a vida das pessoas que passaram pelo Ministério Universidades Renovadas e hoje têm o chamado de serem pais e mães de família. Conjugar essas duas fortes vocações e encontrar o equilíbrio entre a vida no trabalho e familiar é desafiador. Além disso, a falta de tempo gera naturalmente um afastamento da comunidade e muitas vezes somente a participação nas reuniões de GPP não satisfaz as centenas de dúvidas e anseios com relação à vida no âmbito familiar que essa nova etapa da vida propõe. A formação de grupos de casais com o carisma MUR, retiros de noivos para integrantes do ministério e a promoção de encontros para casais grávidos são algumas das propostas a serem discutidas nessa mesa temática.

MS 3: Universidades Renovadas além do GOU: atividades missionárias no âmbito acadêmico.

A Igreja nos exorta a estarmos em constante estado de missão: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai a Boa Nova a toda criatura!” (Mc 16, 15). Como obedecer esta ordem do Senhor, reiterada pelo Papa Francisco? Quais os caminhos para se alcançar o mundo universitário e todos os que ali estão? Conscientes desta missão, que tipo de ações podem ser desenvolvidas pelo MUR que não se restrinjam apenas ao GOU, mas que alcancem toda a Universidade? Quais os caminhos para vencer a timidez e os receios de ousar na missão? Que iniciativas podem promover um efetivo encontro com as pessoas inspirados no verdadeiro encontro com Cristo?

Nesta mesa temática, procuraremos discutir caminhos eficazes para a construção da "Cultura de Pentecostes".  Afinal, não se pode "encher Jerusalém da doutrina de Jesus" sem uma missão corajosa, ousada e profética.

MS 4: Igreja, Sociedade e o Homem.

A luz do Estudo 102 da CNBB e da encíclica fé e razão será discutido a vocação própria do discípulo missionário (ou evangelizador) no âmbito universitário e o seu papel na sociedade. Para tal será considerado a crise humana que vivenciamos, os caminhos propostos pela igreja bem como o desafio de a luz da fé, responder as questões presentes na sociedade. Esses pilares serão trabalhados, além dos documentos citados, a partir do testemunho de grandes pensadores. Dentre eles destacamos São João Paulo II, Edith Stein (Santa Benedita Tereza da Cruz), José Maria Escrivá e Viktor Frankl.

Desta forma a mesa suscita a questão das atitudes que o evangelizador do mundo universitário pode e deve ter rumo a concretização própria de sua vocação enquanto filho de Deus inserido no seio da cultura universitária. Deseja-se que tais questões estimulem novas frentes de evangelização e nova postura frente ao chamado de “encher as universidades da doutrina de Jesus”. Crê-se que o sinal de maturidade de evangelização passa pela compreensão da harmonia entre os três pilares: Homem, Sociedade e Igreja.

OBS: Leitura prévia Estudo 102 e encíclica Fides et Ratio.

MS 5: Produção Científica à Luz da Doutrina Social.

MS 6: Novos desafios para os GPPs (Everton)

O trabalho dos formados dentro do MUR tem avançado de modo significativo recentemente. Com isso novas questões e reflexões são levantadas. De que modo esses profissionais conseguirão vivenciar o pentecostes pessoal, de que modo deve ser sua atuação no âmbito acadêmico e na construção efetiva da civilização do amor? Repensar a atuação dos formados dentro do MUR, avaliar nossa organização e estrutura, tomando como base dessas reflexões as realidades profissionais, a identidade carismática e a vocação do MUR. Quais os próximos passos a serem tomados pelo MUR no trabalho com os profissionais?  Essas são algumas das discussões abordadas nessa mesa temática.

MS 7: Fé e Política no chamado à Evangelização

“Daí a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus! (Mt 22,21).

À primeira vista, esta resposta parece estabelecer uma dissociação, como se a religião (Deus) e a política (César) fossem duas realidades incompatíveis.

O que Jesus diz, de fato, é que se damos a Deus o que é de Deus, saberemos dar a César o que é de César, e assim a política fica sob o critério da fé. Há uma coerência prática a estabelecer, entre nossa fé em Deus e nossos compromissos políticos.

Seja nas escolas, no bairro, no lugar em que vivemos, deparamo-nos com movimentos que nos despertam ou nos afastam da atuação política. Mas tal atuação no campo político é também um dever do cristão, que deve sempre ter Deus como referência fundamental.

Mas, de forma geral, como deve ser a atuação política do cristão? E como deve ser a atuação do cristão na política?

O MUR precisa dar respostas concretas no campo da política à RCC, à Igreja e à sociedade.

Referências:

Populorum Progressio n. 20

Cartilha de conscientização (Ministério de Fé e Política - RCC Brasil)

Cartilha de Orientação Política - 2016 (CNBB)

MS 8: Afetividade e Sexualidade: Desafios e Reflexões

“O ser humano, enquanto imagem de Deus é criado para amar.” (Sexualidade Humana: verdade e significado, n.8). A sexualidade tem como fim o amor, mais precisamente o amor como doação e acolhimento, como dar e receber. (Sexualidade Humana: verdade e significado, n.11)

Se fui criado para amar, porque amar parece um exercício tão difícil? O que me impede de relacionar-me com o outro? Como trabalhar meus conflitos interiores no campo da afetividade e sexualidade (na dificuldade de ir ao encontro do outro, na homossexualidade, em ideias contrárias à Doutrina da Igreja, dentre outras)? Como deve ser o meu olhar e agir diante das realidades diversas ao ideal apresentado pela Igreja?

É importante a reflexão a respeito de assuntos que envolvem o campo de afetividade e sexualidade individualmente e no relacionamento com o outro.

Referências:

Sexualidade Humana: verdade e significado

YOUCAT